Notícias

Pesquisadora do NUPRI publica livro sobre migração

O livro MigraEducas: vulneralibidade como potência ou abrir a educação superior com migrantes e refugiados, organizado pela Dra. Margarita Victoria Gomez, recopila as entrevistas com migrantes e pessoas em situação de refúgio e apresenta alguns artigos inéditos sobre educação aberta em Israel, Índia, Venezuela, México, Brasil e Finlândia.

Com edição da Virtus Educação e apoio do Centro de Estudos Migratórios CEM/Missão Paz e Radio Migrantes, registra a narrativa deles acerca do que implica retomar uma vida digna, trabalhar e, especificamente, iniciar ou concluir um curso universitário no Brasil.

Estima-se que 40% da população mundial aceda à educação superior, sendo que somente 1% é de refugiados, segundo dados do Relatório Turn the tide (2018) do Alto Comissionado das Nações Unidas (ACNUR).

O livro, organizado em cinco partes, se refere à dinâmica do refúgio, aos acordos de cooperação internacional, à vulnerabilidade, à securitização, e aos dispositivos para abrir a educação universitária como a Cátedra Sérgio Vieira de Mello do ACNUR (CSVM/ACNUR).

A nova Lei de Migração (2017) e as ações do Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE) são possibilidades legais que os entrevistados consideram, e expõem nas suas falas problemáticas como a aprendizagem de uma nova língua e o desenvolvimento profissional.