Notícias

Migração e Educação: vulnerabilidade como potência

Pesquisadora do NUPRI, a professora Margarita Victoria Gomez, foi convidada como palestrante para o evento Diálogos no CEM, Centro de Estudos Migratórios da Missão Paz, São Paulo, realizado em 16.08.2019. O encontro foi aberto pelo “O Migranto”, intervenção artística de Paulo Zeminian.

A professora contextualizou e revisitou o refúgio em números para desafiar a pensar a migração e a educação no mundo contemporâneo. Referiu-se às políticas públicas a partir da redemocratização (1988), à atuação de organizações internacionais e da sociedade civil, ao direito à educação e ao amplo amparo legal para isso acontecer em todos os seus níveis, tanto para brasileiros como para estrangeiros. Retomou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e a Base Nacional Comum Curricular.  

Por fim, a professora referiu-se aos desafios de sujeitos vulneráveis  que exercem ou reivindicam seus direitos para se inserir na universidade, à importância da abertura, do acesso e da permanência, e à ação da Cátedra Sérgio de Vieira do Alto Comissionado das Nações Unidas. 

A seguir, os participantes manifestaram inquietações acerca da situação de Pacaraima com a entrada dos Venezuelanos; da situação das escolas para atender migrantes na educação básica e das dificuldades de atender o Protocolo de requalificação para o ensino médio e a aspectos da universidade possível.